QUARTO DO BEBÊ: A Influência das cores

07/12/2016 Amanda Ribas
7

Oi gente, tudo bem com vocês?
Eu sou a Jana Ramos, arquiteta e Blogueira e a Mandi me convidou para escrever sobre quartinho de bebê para vocês! Espero que gostem!

A primeira coisa que pensamos quando descobrimos a gestação é na decoração do quartinho, não é mesmo? “Se for menina quero tons mais de rosa, branco, lilás… Se for menino quero tons em azul, verde, cinza…” Esses são os primeiros pensamentos das mamães em relação ao cantinho do mais novo morador!

Involuntariamente, optamos por cores que NÓS gostamos, e não por cores que auxiliariam positivamente o desenvolvimento da criança. As cores influenciam o estado psicológico dos seres humanos em vários quesitos, isso acontece por frequências vibratórias, que são captadas pelos olhos e que estimulam diferentes grupos de neurônios no cérebro da pessoa, seja ela uma criança, um bebê ou um adulto.

Existem cores que acalmam, que agitam, que transmitem sensações de conforto e que até estimulam a criatividade! Para os bebês é aconselhável que qualquer cor seja voltada para tom pastel, que atuam de uma forma mais leve sobre o sistema neurológico que se encontra em formação.

Além das cores, a ambientação do quarto muda completamente quando optamos por cores mais chamativas. Se você optar por destacar mais as paredes, por consequência você terá móveis mais “clean”. Se você é uma pessoa que gosta de um estilo mais escandinavo – voltado para tons em branco e preto, você vai optar por chamar mais atenção nos detalhes de decoração. As cores não cabem somente em pintura, mas em tecidos, estampas, luzes, itens de decoração e até mesmo os móveis!

CORES QUENTES:

Começando por tons quentes, os tons quentes são mais adaptáveis em ambientes grandes e ambientes com mais iluminação. Não são cores relaxantes, são cores que vão despertar mais a alegria e a disposição dos convidados. Não são cores aconselháveis para crianças energéticas e não são escolhas boas para a hora do sono!

LARANJA: Um tom quente, aconchegante e confortável na medida do possível. Meu conselho seria acrescentar o laranja em pequenos trechos do ambiente, e não na pintura de uma parede, principalmente em relação ao quarto de bebês. Estimula a interação social e a comunicação.
Sem título

AMARELO: A cor da iluminação, associada a felicidade. Mudando o tom do amarelo, existe uma estimulação diferente, os tons mais sutis estimulam a concentração, enquanto os mais fortes estimulam a memória. Eu amo amarelo! Minha cor preferida! A mistura entre amarelo e cinza fica ainda amais sofisticado e versátil, tanto para menina como para menino. Muitos dizem que o amarelo estimula o apetite, conforto e segurança.

1

VERMELHO: O Vermelho é a cor da atenção, da energia e da agressividade também e por este motivo não é aconselhável para dormitórios pequenos e infantis. Por outro lado, o vermelho é um aliado nas habilidades atléticas!

2

ROSA: Doce, sutil, relaxante, calmante. Responsável por trazer a feminilidade e a empatia. Sem excesso também! Para não causar agitação e ansiedade.

3

CORES FRIAS: Diferente dos tons quentes, os tons frios tem um efeito de acalmar o corpo e a mente. E são ótimos para espaços pequenos, porém com cuidado para não causar um ambiente sombrio e trazer medo para a criança.

AZUL: A mistura entre o Azul e o Branco, é a combinação perfeita para quem quer um ambiente calmo e sereno. O azul tem um efeito calmante, baixa a pressão sanguínea diminuindo a agressividade e a ansiedade. Favoreceria o sono do bebê, o oposto do vermelho!

6

VERDE: A cor da esperança e o calmante do sistema nervoso! Associado a natureza, ao bem-estar. Excelente cor para ambientes educativos, estimula o aprendizado e a leitura.

4

ROXO ou LILÁS: Assim como o verde, o roxo ou o lilás, são calmantes e relaxantes em tons pastel. É associado a sabedoria e espiritualidade.

7

CINZA: O cinza é uma cor super em alta. Mas, somente o cinza com branco e preto, pode trazer o ar sombrio e triste, não transmite alegria para o desenvolvimento da criança. O ideal é que o cinza venha combinando com outro tom, o amarelo, o rosa.. um tom de cor mais quente, que tenha um equilíbrio entre as duas sensações.

5
E aí gostaram? Qual vai ser a cor escolhida para o quartinho do bebê?
Beijos

Janaina Ramos – Discover – Arquitetura e Urbanismo
Contato profissional: projetos@discover.arq.br
IG @discover.arquitetura

Blog: http://www.janaramos.com.br


Assista também o vídeo que gravamos sobre o assunto!
https://youtu.be/0FnYzTU2xoc